30 de ago de 2012

MEC, SEs e Institutos ignoram Isadora


Eles deviam ter vergonha de ignorar algo tão importante.

Há décadas gastando dinheiro com pesquisas sobre educação que só tiram a fotografia do problema. É por essas e por outras que não podem contestar o carinhoso título que a população usa: BURROcratas.


A menina de 13 anos percebeu logo na primeira oportunidade que teve de conversar com a sociedade (fanpage) o que é que é REALMENTE importante para a sociedade saber, mas BURROcratas não conseguem perceber isso, nem que vivam 200 anos.


Eles ignoram o que Isadora já sabe aos 13: "as pessoas querem realmente
saber COMO FUNCIONA a escola pública." (veja.com)

Entendeu ou quer que eu desenhe? COMO?

Mas toda semana os BURROcratas vêm com a mesma ladainha. Divulgam pesquisas que não ajudam nem eles e nem o cidadão a entender o problema.

Hoje tem mais uma dessas que traz um monte de números e porcentagens (Folha de SP).  Um dos números é :   29,6% de defasagem idade-série nos últimos anos do fundamental. E adivinhem qual é a conclusão? Conclusão: isso é um grande problema.

Uau!!!

Poupe-me, né?

De que adianta só fazer pesquisa pra registrar o problema?
Isso serve pra mostrar o problema. E pra resolver o problema?
Não seria mais importante saber COMO essa defasagem foi gerada?

Quando eles vão entender que as pessoas querem saber COMO funciona essa fábrica de não-educação chamada escola?

Ajuda aí, gente!!!